O porquê da nova designação CX-30

0
79

Na edição passada na nossa reportagem sobre o Salão Automóvel de Genebra, demos conta do novo SUV da Mazda, de dimensões superiores às do CX-3 e às do CX-5, contudo, o nome não foi aquele que era esperado. O CX-30 foi explicado pelos representantes da marca nipónica como uma solução à impossibilidade de chamar CX-4, por este já estar atribuído a um modelo feito exclusivamente para o mercado chinês. Como a Mazda não pretendia acabar com o código “CX” utilizado em todos os SUV da marca de Hiroshima, foi decidido introduzir um 0 à frente do 3, nascendo então a denominação CX-30. Este modelo global ficará à venda no último trimestre deste ano, traçado com a linguagem estética Kodo e terá ao seu dispor motores a gasolina, Diesel e o mais recente Skyactiv-X.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here