Elétricos “despedem” na VW

0
97

A tendência para a eletrificação dos carros vai levar a que a Volkswagen seja obrigada a despedir 7000 funcionários até 2023, sendo que mais 11 mil poderão conhecer o caminho da reforma antecipada. São cortes que deverão levar a uma redução de custos avaliada em 5.9 mil milhões de euros por ano. Em contraponto, o investimento na eletrificação e nos sistemas de condução autónoma subiu de uns anunciados 11 mil milhões em novembro último, para 19 mil milhões.Notícias pouco agradáveis do ponto de vista humano a que a VW responde com a expectativa de contratação futura de 2000 pessoas para os departamentos de elétronica e software. “Estas modificações são o resultado da necessidade de nos adaptarmos à era digital e elétrica”, justifica Ralf Brandstaetter, responsável máximo da marca alemã.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here